domingo, 5 de outubro de 2008

Dale dale dale dale ô!



Fim de semana excepcional. Cheguei na sexta-feira à meia-noite e já começava a se avizinhar o clima de sábado, quando o Xavante estreiaria sua campanha no octogonal final da série C do campeonato brasileiro. Clima de apreensão, pode-se dizer... Porque, por tradição, o Brasil de Pelotas, rema, rema, rema e acaba morrendo na praia. Este ano vai ser diferente, "pois este ano vamos vencer".

Quem diria (das pessoas que me conhecem há algum tempo) que um dia eu iria dedicar minutos que fossem (imaginem então horas) ao futebol... Alguma coisa este ano me fez voltar os olhos novamente para a aldeia, como eu ja falei em um post anterior, inclusive para o meu time do coração. Depois de um longo jejum de qualquer forma de futebol, seja pela TV, ao vivo ou jogando, há alguns meses eu retomei essas atividades: comecei a jogar bola uma vez por semana, voltei a torcer pelo Xavante (eu continuava com o sentimento latente, mas estava relutante, em protesto à violência inconseqüente que costumava acontecer freqüentemente) e até a ir ao estádio.

E eu fui, neste sábado que passou, ao caldeirão da baixada. E, apesar de não estar lotado, o clima era mesmo de fervura, de inferno. Inferno para o Rio Branco do Acre. Terminei o meu sábado voltando pra casa feliz, com uma vitória de 2 x 1. Pra comemorar (e matar um pouco do efeito das 3 cervejas que eu tomei), fui com o meu irmão tomar um cafezinho no Aquário, coisa que eu não fazia há anos. Encontrei amigos, todos Xavantes, todos felizes, com sorriso no rosto. Fiquei sem voz. Fiz parte da torcida. Segurei um sinalizador na entrada do time em campo. Ajudei a esquentar o caldeirão. Eu era um pontinho vermelho no meio de toda aquela fumaça. Eu gritei, berrei, comemorei. Salve o Brasil, o campeão do bem-querer.

E tudo isso pra dizer que se o sábado foi bom, o domingo foi melhor ainda ;)

2 comentários:

Leo disse...

bah, ouvi muito a zoeira xavante ali de casa no sábado. mas eu admiro pra caralho essa torcida. também tomei um café no aquários sábado, um pouco mais cedo. muito clássico. é meio sujo, o atendimento deixa muito a desejar, mas é afudê assim mesmo. heheheh.

maumau disse...

uh hu! viva satolep!

ShareThis